terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Elvira a rainha das trevas (Elvira Mistress of the dark)


Filme trash, que já nasceu para ser assim. Foi escrito pela própria protagonista (Cassandra Peterson e também John Paragon e Sam Egan). Ela antes usava sua personagem para apresentar pequenos contos de terror, em uma rede de televisão americana.
E é justamente assim que começa o filme. Elvira apresentando um filminho trash. Mas ela tem um certo problema de falta de fundos... Não aguenta mais trabalhar desta forma e nem tem onde cair morta. É aí que recebe a notícia de que sua tia avó morreu e ela tem direto a receber herança.

Mas como isso seria possível, se Elvira tinha sido dada para adoção, largada na porta de um convento?
Dinheiro é dinheiro, e ela vai até a cidadezinha onde os parentes dela moravam. Cidade aliás que não estava preparada para a sua chegada tão sutil.


Este é, sem dúvida, um dos filmes da minha infância. Cresci vendo Elvira... Não podia sair coisa boa daí!
Imagine você, eu tentando explicar como era esse filme para a minha psicóloga, já que ela não lembrava de ter visto e eu adorava e adoro. Comecei falando que a protagonista só usava preto, andava com um decote profundo e tinha um humor negro incrível (não foi um bom começo).
Eu sempre via esse filme na sessão da tarde... Aliás que ele foi um dos recordistas de maior número de exibições.

Nem preciso dizer que a marca "Elvira" vendeu de tudo, até máquinas de pinball! E teve também processos por direito autoral, já que outra atriz dizia ter criado uma personagem muito semelhante anos atrás. Ela era Maila Nurmi, que interpretava "Vampira". Sinceramente tem a ver mas não é a mesma coisa. Ela perdeu a ação na justiça.








A dança dos peitos da Elvira:


Não podemos esquecer da continuação, onde Elvira vai parar em um Castelo assombrado (Elvira's Haunted Hills), mas não alcançou o mesmo sucesso que o primeiro filme.




Recomendo  ambos para:      
                                                                                                               



BLOODY MOVIE? Sim     
                                                                                                         


2 comentários:

Leh disse...

Como assim a psicóloga não conhecia esse filme? o.õ

Flamma disse...

Pos ela não conhecia Oo